Batedor e Fixador de Porta: Quais são os modelos e suas aplicações?

Um batedor e fixador de porta pode ser um verdadeiro aliado na sua rotina. Afinal, sabemos muito bem o estrago que pode ser feito na sua porta quando ela fica suscetível a batidas.

A situação é bem recorrente: a porta foi deixada aberta, vem uma corrente de ar e, em seguida, uma pancada. Portanto, é natural que venha um certo receio com o barulho.

É nesse momento que entra o batedor e fixador de porta. Instalado no piso ou na parede, ele serve como uma barreira. Há diferentes estilos de barreira, com diferentes tecnologias. O importante é a manutenção da porta aberta mesmo com a ação do vento!

Portanto, percebemos as seguintes vantagens ao investirmos nesse tipo de mecanismo:

  • As portas podem ficar abertas sem correr o risco de bater com as correntes de ar;
  • Maior possibilidade de deixar o ambiente arejado e melhor ventilado;
  • Pode facilitar bastante o acesso fácil de pessoas que circulem o local;
  • Evita que a maçaneta da porta encoste a parede, danificando-a;
  • Proporciona uma tranquilidade maior para o dia a dia.

Agora que compreendemos do que se trata e para que serve, é preciso vermos os diferentes modelos. Sim, há diferentes modelos, materiais e métodos de instalação. Para ficar por dentro disso tudo, basta continuar lendo o artigo!

Batedor e fixador de porta: os modelos que você precisa conhecer

A princípio, uma das principais dúvidas na hora de comprar esse dispositivo é a variedade de nomes. Afinal, no mercado encontramos termos como prendedor, fixador, batedor e/ou trava. Muitos os chamam de trava-porta, por exemplo.

Geralmente, quando o produto é unicamente batedor, ele apenas a função de não deixar a porta e maçaneta bater na parede. Para que não danifique a porta, o batedor possui um anel de borracha que amortece o impacto da porta com o batedor.

Acontece que, no geral, esse tipo de batedor tende a ser uma peça única. Assim, mesmo que gere proteção, não há nada que impeça a porta de fechar. Seja como for, ele tem toda a vantagem de evitar vários danos à porta e parede.

Portanto, na prática, quando se trata apenas de um batedor, falamos de um dispositivo que faz apenas barreira. Encontramos os seguintes tipos:

  • Batedor com forma esférica ou cilíndrica;
  • Pesos de porta;
  • Sacos de areia.

Agora, quando o produto cumpre a função de batedor e fixador de porta, ele vai além. Acontece que, além de impedir a porta de bater, ele consegue fixá-la sem fechar.

Neste sentido, a instalação ocorre com duas peças. Uma delas é acionada na porta, enquanto a outra na parede ou piso próximo à porta.

Hoje em dia, a tendência é você encontrar os seguintes tipos:

  • O modelo magnético;
  • O modelo convencional.

Além disso, há diferenciações quanto aos materiais e instalação. Por exemplo, encontramos modelos fixados por parafusos e aqueles fixados por adesivos.

Como funciona o modelo magnético?

(Imagem do Prededor de Porta Magnético)

Basicamente, o modelo magnético usa do magnetismo gerado entre as duas peças para evitar a batida. Lembra que mencionamos que uma peça vai na porta e a outra na parede ou piso?

Deste modo, como uma espécie de ímã, a porta fica bem fixada no mesmo local. É graças a isso que você vai conseguir evitar as terríveis batidas e mantê-la aberta.

A grande vantagem desse item está no fato de que pode ser instalado com adesivos. Ou seja, não há parafusos aparentes, é fácil de instalar e evita a sujeira da perfuração.

Como funciona o modelo convencional?

(Imagem do Prededor de Porta) 

O modelo convencional funciona com duas peças que são parafusadas. Enquanto uma vai na porta, a outra, por sua vez, pode ser instalada na parede ou no piso.

Enquanto a peça da porta lembra uma espécie de pino, a outra lembra uma presilha. Portanto, desta maneira, quando abrimos a porta, ocorre um encaixe.

Graças ao encaixe gerado, temos o efeito batedor, de evitar batidas da porta, quanto fixador. Afinal, a porta fica lá travada graças à conexão entre os dispositivos envolvidos.

Batedor e fixador de porta: os diferentes estilos de instalação

(Imagem Batedor de Porta)

Tão importante quanto a escolha do modelo é a escolha do tipo de instalação. Afinal, encontramos os seguintes tipos:

  • aqueles que são fixados com buchas e parafusos;
  • os que são fixados com adesivos que acompanham o produto.

Via de regra, os modelos que exigem o uso de buchas e parafusos requerem mais cuidados. Vale a pena optar pelo serviço de profissionais em manutenção. Ou, caso você tenha furadeira e broca e saiba utilizar, pode seguir em frente sem medo.

Aqui vão as vantagens da instalação com parafusamento:

  • A fixação é muito mais firme;
  • A tendência é ter maior durabilidade;
  • Melhor opção para ambientes comerciais;
  • Intervalo maior entre manutenções.

(Imagem do Prendedor de Porta Magnético Zamac)

Agora, quando tratamos do modelo de fixação por adesivo, tratamos de adesivos que já acompanham as peças. Sendo assim, os adesivos utilizam uma supercola para que a fixação seja efetiva.

Vantagens da instalação com adesivos:

  • É bem rápida e sem sujeira;
  • Qualquer pessoa pode fazer, mesmo que seja leiga;
  • Não requer equipamentos como furadeira e broca;
  • Adapta-se facilmente a ambientes residenciais.

Seja qual for a escolha, ambas são bastante promissoras no que se permitem a fazer. A questão está mais atrelada ao esforço e tipo de tecnologia que queira empregar.

O mais importante é que ambos garantem que a sua porta não vai bater e que a maçaneta não irá danificar e nem arranhará a parede.

Viu só como não é nada complicado escolher um batedor e fixador de porta?

Veja todas as opções da Silvana de batedores de porta e fixadores de porta abaixo: