Autoridade para liderar

Tendo à frente da equipe um executivo que fez carreira na empresa, Silvana credita o crescimento dos negócios ao comprometimento de todos os colaboradores

Tendo à frente da equipe um executivo que fez carreira na empresa, Silvana credita o crescimento dos negócios ao comprometimento de todos os colaboradores

Segurança. Essa é a palavra que define os produtos fabricados pela Silvana – uma empresa do Grupo ASSA ABLOY – e o trabalho realizado por Elthon Wanderley, gerente da Unidade de Negócios da companhia. Depois de quase 20 anos de trabalho na organização, o executivo comanda uma equipe com mais de 300 colaboradores, que mais do que funcionários, são as peças-chave para o sucesso dos negócios.

Fazendo um retrospecto de sua trajetória, o gerente lembra que, quando as portas da Silvana se abriram para ele, o foco era apenas cumprir a disciplina de estágio supervisionado da Universidade Federal de Campina Grand (PB).

No entanto, logo a identificação com as pessoas mudou seu pensamento e Wanderley não hesitou quando, com pouco mais de três meses de estágio, aceitou assumir uma vaga na área de PCP.

Daí em diante, começou toda a minha trajetória da Silvana, passando pelo Almoxarifado e Expedição de produtos acabados, supervisão administrativa de vendas, gerência nacional de vendas e de Marketing até a posição atual, que ocupo há cerca de quatro anos”, lembra.

Toda essa bagagem é fundamental para enfrentar os muitos desafios que o cargo exige. Segundo o gerente, a cada dia que passa, novas adversidades aparecem e são elas que o movem a buscar a cada dia o melhor para o negócio e, sobretudo, para o time, que está ao lado dele levando a marca Silvana a todos os cantos do Brasil e atravessando as fronteiras nacionais.

Se é a união que faz a força, na empresa não é diferente. Unida, a equipe vem transpondo as dificuldades impostas pelo cenário econômico e político. O ano passado, segundo o gerente, foi mais um período desafiador e a companhia precisou se adaptar ao cenário de incertezas e ser flexível na busca de novas alternativas para garantir um resultado relevante no ano. “Fechamos 2019 com um crescimento em faturamento bem próximo de dois dígitos. Não teríamos alcançado os resultados sem o comprometimento das pessoas que fazem a Silvana. Foi por meio do empenho e dedicação de cada um que conseguimos construir os caminhos para atingir os resultados alinhados ao nosso planejamento estratégico”, ressalta.

Wanderley credita uma parcela importante do desempenho do último ano ao início das operações do Centro de Distribuição (CD) em São Paulo (SP) a alguns investimentos realizados na planta em Campina Grande (PB), que permitiram a aquisição de equipamentos de produção, dentre eles uma linha automática de cromo trivalente, que permite um processo mais sustentável.

Em 2019, o fabricante investiu, ainda, no setor de Desenvolvimento de Novos Produtos e na infraestrutura interna com a reforma de alguns dos ambientes produtivos.

Apesar de 2020 estar sendo positivo para a Silvana, o primeiro semestre, assim como para a economia como um todo, foi atípico. Naquele momento, segundo o gerente, a preocupação era preservar a saúde dos colaboradores e do negócio.

Sendo assim, a empresa tomou várias medidas de contingência, entre elas, concedeu férias coletivas durante todo o mês de abril. O executivo lembra que, com a retomada de mercado, sentida no final de junho, a companhia retomou com carga total em julho, para atender à demanda de mercado.

Passados alguns meses e caminhando para uma estabilidade no controle à pandemia, o segundo semestre veio com uma retomada forte no mercado, o que nos fez revisar todo o nosso planejamento estratégico de forma a garantir agilidade nos processos internos para mantermos o atendimento aos nossos clientes na velocidade desejada. Novos produtos foram lançados, incluindo soluções para o novo normal”, comenta.

Embora tenha sentido o impacto da paralisação dos negócios, Wanderley garante que a crise sanitária não prejudicou os planos da Silvana. Ele afirma que a pandemia fez a companhia olhar para cenários que, até então, não estavam nos planos de 2020, o que exigiu agilidade na tomada de decisão.

Com investimentos na ampliação do parque fabril, em novas máquinas e com os meses de agosto e setembro bem fortes para a empresa, que alcançou recorde de vendas, a expectativa é boa para o ano. “Hoje, estamos mais experientes e garantindo um crescimento de dois dígitos para o nosso negócio em 2020”, revela.          

Fonte: Revista Anamaco 2020